Pensamento Positivo

Hoje muitas pessoas estão lendo livros e vendo filmes que falam da importância do pensamento positivo nas ações do seu dia-a-dia.

Muitos acham que é modismo e folclore, mais na verdade o pensamento positivo são ensinamentos muito antigo, e nós não tínhamos uma consciência muito clara sobre isso.

Quando Jesus veio ao mundo e falou para o aleijado, “você acredita que pode andar” e ele diz “sim senhor, Jesus fala então levante e ande, e ele sai andando. Na verdade a dois mil anos ele estava nos ensinando o quanto a nossa mente é poderosa e que você pode se tiver fé e acreditar em si mesmo se auto-curar de muitas enfermidades, essa é a base do pensamento positivo, acreditar que você, pode , que você consegue , que você é capaz, e que você é o grande agente transformador de sua vida.

Se hoje a sua vida esta toda errada, tudo esta ruim, tudo dando errado e você esta como caranguejo, andando mais para trás que para frente, pare e pense como esta o seu pensamento agora? Você esta muito negativo? Esta atraindo só coisas ruins para você? Se sim esta na hora de você dar um basta nesse pensamento negativo, e começar agora a pensar em sua vida e mudar tudo.

Mude a partir de agora. Pense positivo, reavalie tudo que esta ruim na sua vida e transforme, porque você pode. Você é capaz de transformar a sua vida em um situação de muita luz e prosperidade, pense nisso e acredite.

E comece a pensar positivo em tudo o que esta a sua volta, e pode contar comigo para mandar o seu comentário da sua capacidade de transformar todos seus pensamentos negativos em pensamentos positivos.É isso que te desejo essa semana para você, muitos pensamentos positivos.

E viva o pensamento positivo!

Um abraço
Clara Machado

Eu e o Outro

Neste artigo vamos tentar entender o significado do EU e do OUTRO, e de como eles se relacionam.

EU quando falo EU estou falando de mim, da minha pessoa, ou de si próprio.

O EU é a sua porta de entrada para se conectar de uma forma saudável ou doente no mundo.

Quanto mais você se conhecer, quanto mais você investir no seu EU, privado, na sua evolução emocional, intelectual, mais apto e capacitado, você vai estar para viver e interagir no mundo de hoje, com qualidade, sabedoria e harmonia.

Quanto menos você se conhecer, menos investir no seu auto-conhecimento, nos seus desejos, nas suas aptidões, nas suas missões, mais você vai se sentir inadequado no mundo de hoje.

O homem hoje esta num processo de evolução, de uma forma muito veloz, porque ele esta correndo contra o tempo, para satisfazer suas necessidades, de carinho, de amor, de reconhecimento, de satisfação pessoal e profissional e o seu EU exige cada vez mais dele um aprimoramento.

Agora vamos parar para fazer uma pausa e você pensar, anote ai no seu caderno agora.

EU SOU
EU QUERO
EU NÃO QUERO
EU VOU
EU NÃO VOU
EU POSSO
EU NÃO POSSO
EU DEVO
EU NÃO DEVO
EU ACREDITO
EU NÃO ACREDITO
EU CONSIGO
EU NÃO CONSIGO
EU TENHO
EU NÃO TENHO
EU VOU
EU NÃO VOU
EU SINTO
EU NÃO SINTO
EU TINHA
EU NÃO TINHA

Percebe quantas facetas temos dentro do nosso EU?

Agora que você fez as suas anotações, escolha uma pessoa de sua família ou um amigo(a) , e vejam quantas identificações e diferenças existem entre o seu EU e o Eu do seu amigo.(a).

O EU é o nosso primeiro contato com social, com o mundo, é que te dá uma referência de quem você é e qual o seu papel no mundo. Tanto que é a primeira coisa que você aprende é o seu nome.”EU sou fulano de tal”.

A medida que você se apresenta assim você já começa a identificar a sua identidade e a medida que você vai crescendo, vai moldando a sua personalidade e você vai se apoderando do seu EU.

O OUTRO

O OUTRO é alguém que não sou EU, é o OUTRO. O OUTRO pode ser para você muitas coisas, o outro que eu amo, o outro que eu odeio, o outro que eu suporto, o outro que eu quero ser um dia, o outro que me incomoda, o que outro que me acolhe, o outro que me tira, o outro que me dá, o outro que eu desejo, o outro que eu não desejo, o outro que me estimula a viver, o outro que me leva a querer morrer.

O outro que me ajuda a ir para frente, o outro que eu compreendo, o outro que eu não compreendo, o outro que me importa, o outro que eu não me importo, o outro que eu invejo, o outro que eu não invejo, o outro que é um coitado, o outro que não é um coitado, o outro que é digno de pena, o outro que não tenho dó. O outro que me incomoda, o outro que não me incomoda.

O outro que eu admiro, o o outro que eu não admiro, o outro que me faz ter fé, o outro que me tira a fé, o outro que eu sempre conto com ele, o outro que eu não posso contar, o outro que eu vou ajudar sempre, o outro que eu não quero ajudar nunca, o outro que eu quero ser, o outro que depende de mim, o outro que não depende de mim.

Percebe quantos outros tem dentro de cada um de nós, e que o outro esta o tempo todo ligado, com o EU. E que como é importante para o EU ter no OUTRO a sua identificação, a sua transferência, e as suas resistências e que é importante ´para o EU ter no outro sempre ao lado.

Agora vamos ter uma nova pausa para você pensar: quem é o outro para você?

QUEM É O OUTRO NA SUA VIDA?

O QUE ESPERA DO OUTRO?
O QUE VOCÊ NÃO ESPERA DO OUTRO?
QUE DESEJOS VOCÊ TEM COM O OUTRO?
QUE DESEJOS VOCÊ NÃO TEM COM O OUTRO?
O QUE EU GOSTARIA QUE O OUTRO FIZESSE POR MIM?
SEU EU PUDESSE DIZER ALGO PARA O OUTRO O QUE EU DIRIA?
O QUE EU NÃO DIRIA PARA O OUTRO?

Faça as suas anotações de forma consciente.

E agora convide um amigo, ou familiar seu para discutirem as diferenças e afinidades que encontraram em relação ao outro.

Como deu para perceber o EU e o OUTRO estão intimamente relacionados.
Vamos entender um pouco mais sobre Relacionamentos para entendermos melhor o EU e o OUTRO.

Crescer para Ganhar

Você já parou para pensar que tudo o que te acontece de bom e de ruim na sua vida, esta relacionado com a sua Mente? E que se hoje esta se sentindo derrotado, perdedor, azarado.

Saiba que tudo isso é fruto criado por você mesmo. E que a única saída da sua situação de vida, esta dentro de você, que todos os seus tesouros estão ai , bem mais perto do que você imagina, é isso mesmo, entender que para você ser um ganhador é preciso crescer e se conhecer antes.

Para que você possa transformar tudo isso, vou te dar umas dicas.

Se você esta pensando:

  • Nossa ta tudo errado na minha vida, hoje, acordei de mau-humor.
    Pensa. Na mesma hora. Alerta, Alerta, Alerta, e mude o seu pensamento.
  • Que maravilha, acabei de acordar, estou respirando e saudável.
    Vamos a outro Pensamento.
  • Estou perdido, devendo no banco e não sei como pagar.
    Pensa na mesma hora. Alerta, Alerta, Alerta. E mude o seu pensamento.
  • Estou bem, sei que devo no banco, mais sinto que sou capaz de fazer uma renegociação com meu gerente e que tenho competência para ganhar mais no meu trabalho.
    Vamos a outro Pensamento.
  • Acabei de me separar, minha vida não tem mais sentido, agora só penso em morrer.
    Pensa na mesma hora. Alerta, Alerta, Alerta. E mude o seu pensamento.
  • Acabei de me separar, minha vida era muito ruim, eu era uma pessoa infeliz. Agora estou solteiro(a) , e tenho todas as chances de me conhecer melhor, de me curtir e de arrumar um novo(a) namorado.(a).

Percebeu que tudo esta arquivado nas suas memórias, que o pensamento ruim, vem de dentro de você, e o bom também, e que a chave para a sua cura é você ter consciência desses pensamentos e ser o seu grande vigilante, pois quanto mais vigiar seus pensamentos, mais você vai se sentir capaz, de doutrinar e transformar, pois saiba que quem manda na sua mente é você e não a sua mente que te manda.

Agora que você aprendeu o grande segredo para a sua felicidade e para se tornar um grande vencedor e ganhador, não espere por mais tempo e comece a fazer a sua grande transformação interna na sua vida agora, pois só você é capaz, de se tornar um Vencedor.

Até mais!
Clara Machado

Justiça

Ola! Vocês devem estar se perguntando, sobre que assunto vou relacionar agora uma psicóloga falando de justiça, pois é isso mesmo hoje vou falar de um assunto que a justiça considera, justa e eu considero injusta.
Vamos pensar juntos nessa história e ver o que acontece.

O homem, nasce, cresce, casa, tem filhos, essa é uma das cadeias naturais do ser humano, e quando ele coloca o filho no mundo, ele não tem a menor preocupação se ele vai poder gerir todas as necessidades de seu filho, emocionais, matérias e espirituais.

E ai por algumas das diversas situações do cotidiano dos relacionamentos esse homem se separa dessa mulher e abandona seu filho, filho este já teve um vinculo, de afeto e de conhecimento por um tempo curto, mais teve, passam-se os anos e esse pai, volta na vida desse filho, quando este já é adulto.

Esse filho, por pensar que tem obrigação, espiritual com esse homem que ele não o reconhece afetivamente como pai, mais sabe por informações biológicas que é seu pai, tenta de alguma forma lhe ajudar, na medida do possível, e dentro de sua realidade, e esse pai, some novamente da vida desse filho.

E passam-se mais alguns anos e esse filho recebe uma intimação em sua casa, que esse pai, que ele tentou ajudar algumas vezes, entrou na justiça contra ele, pedindo-lhe uma penção alimentícia, alegando o mais vil de todos os argumentos hoje ele é uma pessoa bem sucedida e quero ser sustentado por ele.

Essa é a Justiça do nosso Pais, um homem coloca um filho no mundo, larga para a sorte, esse se dá bem na vida graças as muitas outras coisas menos ao fato de ter tido esse homem como pai, esse homem se acha no direito, de vir exigir uma penção.

E na audiência o juiz disse para esse filho, hoje ele pode pedir pensão para você, porque na sua infância quando sua mãe se separou dele ela tinha que entrar na justiça contra ele, e ela não entrou, ou na sua adolescência, você teria que ter entrado na justiça contra ele, e não entrou e hoje ele se coloca nesse direito, e a causa é ganha, e se você não pagar a pensão você um homem honesto, que trabalha, que paga seus imposto, que cria seus filhos totalmente diferente desse seu pai, que educa seus filhos, sustenta, ampara, ama, se não pagar vai para a cadeia.

Esse filho ainda apela para um pouco de bom senso que esse “pai’ poderá ter por ele, e com o passar do tempo pede a ele que se aposente pelo INSS que é um direito que ele tem em função da sua idade, e que não pode mais pagar sua pensão, pois é um valor emocional e material que lhe causa danos, e esse “pai” mais um vez se nega e diz que não, quer se aposentar e que quer continuar recebendo a pensão do seu filho.

E o seu filho com um sentimento de indignação e de raiva, com toda essa situação me procura, para que eu possa lhe ajudar de alguma forma a aliviar esse seu sentimento de dor. E desconforto.

E eu como sou uma terapeuta humanista, que consigo me colocar no lugar do outro, vejo o quanto nós precisamos crescer como justiça no nosso País, e fiquei me perguntando quantas outras pessoas no nosso Brasil devem passar por situações parecida com a desse meu cliente, e que ao lerem esse artigo vão poder se sentir de alguma forma confortados e solidários, com esse filho.

E que quem sabe isso também não pode abrir um foco de discussão para que outros filhos e filhas frutos desses pais, desalmados, possa se unir para mudar essa situação.

Tão danosa para o emocional de muitos filhos.

Se você que esta lendo esse artigo, tem algum comentário para fazer sobre esse tema, escreva aqui na coluna os seus comentários que serão muito bem vindo, para que possamos ajudar as pessoas que sofrem situações semelhantes.

Conversando sobre a Paz

“NÃO HÁ CAMINHO PARA A PAZ. A PAZ É O CAMINHO.”

MAHATMA GANDHI

 

A maioria das pessoas se refere a Paz, como ausência de guerra, que se obtém por um tratado. Esta é apenas uma visão da Paz, limitada ao aspecto social e internacional de uma cultura de Paz.

Na realidade, a Paz é um estado de harmonia que se manifesta em três direções, a saber.

– Consigo mesmo ou Paz individual;
-Com os outros ou Paz Social;
-Com a natureza ou Paz Ambiental.

A educação pode ser vista e definida como a ação de transformar pessoas de diferentes idades, sexos e origem, estimulando a sua evolução nos seguintes planos:

  • Físico, visando à saúde, ao equilíbrio e à transformação do corpo;
  • Emocional, visando à transformação e evolução da afetividade;
  • Mental, visando à transformação e evolução do conhecimento das opiniões e atitudes;
  • Espiritual, visando à transformação e evolução da relação da consciência com os vários níveis de realidade.

É importante também definir o termo Cultura pois ele pode ser entendido sob o ângulo.

Estritamente sociológico, como sendo o conjunto de crenças, opiniões, atitudes e hábitos que regem o comportamento dos indivíduos de determinada sociedade.
Mas também pode ser .

Entendido como a expressão do nível de evolução de indivíduos, de sociedade e de relação com a natureza.

Adotamos esse conceito, por ser mais abrangente, incluindo e integrando o primeiro sentido.

Assim sendo, podemos distinguir:

– A cultura individual da Paz;
– A cultura Social da Paz;
– A cultura Ambiental da Paz.

A Cultura da Paz abrange estes três aspectos, estando em harmonia com o aspecto triunitário de Paz.

Aspecto triunitário pode-se aplicar à Educação:

– Individual.
– Social
– Ambiental.
– E à Ecologia (individual, social e ambiental).

Com tudo isso se revelou necessário o enunciado de uma Teoria Fundamental, que situe o ser humano na sua relação com o cosmo.

Esta teoria constitui hoje a teoria fundamental da nossa Unipaz.

Trata-se de uma descrição de uma cosmogênese em que o espaço irradia a energia, de caráter bipolar, que vai-se manifestar sob forma triunitária de:

– Matéria;
– Vida;
– Informação.

Esta trilogia constitui a estrutura hologramática que se encontra em todos os sistemas do Universo, mais particularmente na Terra, sob forma de:

– Geosfera;
– Biosfera;
– Noosfera.

No ser Humano, sob forma de:

– Corpo;
– Emoções;
– Mente.

E na Sociedade, sob forma de :

-Economia;
-Socio politica;
-Cultura.

Estas três categorias integram um modelo circular que permite uma classificação dos principais problemas humanos, sociais e ambientais, fornecendo uma gênese explicativa e causal do processo de destruição da vida no Planeta.

A partir dessa reflexão que convido a todos os leitores desse jornal para que possamos refletir sobre a verdadeira Educação para uma Cultura de Paz.

Aqui temos alguma questões para refletirmos:

1- Qual o paradigma que regula nossa visão de mundo?
2- Será o mundo fruto do que pensamos?
3- Se mudarmos nossa forma de pensar e ver a realidade, esta também se modificará?
4- Mudar de mundo e mudar de olhar.

E para encerrar:

“Como a abelha que colhe o mel de diversas flores, a pessoa sábia aceita a essência das diversas escrituras e vê somente o bem em todas as religiões.”

 Mahatma Gandhi

Trote Cultural

Quando se estuda o terceiro ano, os alunos estão cheios de esperança de ingressarem em uma universidade e quando entram vão para o primeiro dia com muitas esperanças, com o apoio da família. É um grande dia, um dia de festa para o calouro que esta conquistando mais um degrau em sua vida e, para os familiares que estão vendo seu filho(a) realizando seus sonhos.

Todos pensam que seu primeiro dia de aula, vai ser um dia de muitas alegrias, novos amigos, faculdade, outro ritmo. As vezes há mudança de cidade ou de estado e quando vão para esse primeiro dia se deparam com o trote cultural.

Trote que deveria ser um momento de integração entre calouros e veteranos, pois os donos da casa recebem os novos integrantes. Aí esse momento que deveria ser de evolução entre os jovens, se torna um momento de desespero e de desrespeito com a vida humana, pois vemos pessoas sendo queimadas, amarradas, espancadas, embriagadas e humilhadas.

As universidades dizem que não podem se responsabilizar, porque tudo isso ocorre na rua, ou seja, em frente a universidade, do outro lado da rua, ou na esquina.

Ai eu pergunto:

Que tipo de acadêmicos essas universidades estão formando?

Que tipo de cidadãos nós esperamos que saiam de lá, se não temos o menor respeito pelo outro?

Até quando vamos ficar em silêncio vendo nosso jovens serem maltratados pelos trotes culturais?

Será que só vamos acordar quando um filho passar por tamanha humilhação?

Penso que é hora de nos organizarmos enquanto sociedade e não permitir mais que as universidades fiquem isentas dessas responsabilidades, pois a partir do momento que isso causar algum dano a elas com certezas elas terão mais responsabilidades e compromissos com os futuros profissionais que vão colocar no mercado, porque um acadêmico que humilha, que queima, que joga estrume de animal no seu colega, não tem o direito de ser um profissional para competir no mercado de trabalho.

Ele precisa sim, voltar para dentro de sua casa e aprender a respeitar o outro, voltar para seus pais e aprender noções de educação e respeito que com certeza ele ainda não assimilou na sua vida adulta e precisa ser punido severamente pela sua falta de respeito com o outro e pelo seu jeito indelicado de se relacionar no mundo.

Esta na hora de sairmos para fora e gritarmos por um mundo mais justo, mais humano e de mais respeito pelos nosso jovens que estão ingressando nas nossas universidades.

E agora leitor você esta convidado para fazer sua reflexão sobre esse tema. Que sempre será bem vinda. Aqui na coluna pois acredito que uma andorinha só não faz verão mais centenas delas com certeza.

E viva a delicadeza da vida!

Boa semana a todos.

Um abraço
Clara Machado

Solidariedade

Hoje estava entrevistando uma pessoa simples da comunidade, com um valor espiritual e de solidariedade impressionante. Uma senhora que há 25 anos atrás, morando em um quarto e sala, iniciou um projeto de crianças carentes em sua casa, onde ela ensinou teatro e dança para essas crianças.

Hoje, ela disse que muitos filhos dessas crianças hoje fazem parte do seu projeto e ela continua com o mesmo vigor e alegria na realização de sua obra. Ela disse que quando iniciou seu projeto não sabia nada de dança e teatro e foi fazer artes cênicas para poder ajuda-los, e hoje já tem muitos que se tornaram adultos e continuam incentivando seu trabalho.

Gostaria de refletir com você leitor sobre esse tema: Solidariedade.

Como esta difícil, nos dias de hoje, as pessoas pararem para se preocuparem com o outro, para ser solidário, hoje se você para e pergunta uma informação na rua, a pessoa sai correndo de perto de você, achando que é um assalto, o homem esta com medo do próprio homem, ele esta perdendo a credibilidade.

Isso é muito ruim porque cada vez estamos mais isolados e solitários, pois o medo, separa,, cria distância entre as pessoas, faz com que ela fique cada vez mais egoísta e individualista, e precisamos aprender com essas cenas, de pessoas comuns, que vem nos mostrar a grandiosidade da generosidade com o outro e quanto mais nos dedicarmos a isso, mais vamos contribuir para que a nossa sociedade seja mais humana, mais justa e mais solidária.

É só através da solidariedade que vamos desenvolvendo com muito treino e habilidades que todos nós possuímos, que vamos juntos com essa senhora e de muitas outras senhoras do nosso Brasil a construir um mundo mais solidário. Ajudando nossas crianças carentes a terem uma chance de sonhar, de representar, de dançar e de ser alguém na vida.

Viva as senhoras compromissadas com nossa sociedade e Viva a Solidariedade!

Clara Machado

Sentimento de Raiva

Esta semana vamos pensar em um sentimento conhecido de todos nós e o mais difícil de ser doutrinado: Raiva.

A Pessoa quando sente raiva, ele perde completamente a sua consciência e age por pura impulsividade chegando as vezes a atos de extrema violência, e quando ele passa, muitas vezes gera no outro um sentimento de arrependimento, culpa e vergonhas pelas coisa que foi capaz de manifestar quando estava possuído pela Raiva.

O outro aspecto negativo da raiva e quando você esta sentindo, você projeta o que chamo de veneno para dentro de você, e toda a sua fisiologia se altera, pois você, transpira, mais, fica mais ofegante, tem palpitação cardíaca.

As vezes sua voz fica também alterada, e você se sente completamente cego, é isso o que geralmente se fala. “eu estava cego, não sei como tive coragem de fazer tal, coisa”, pois é exatamente isso que acontece a todas as pessoas quando estão com raiva.

E você que esta lendo agora esse artigo:

Como tem se sentido ultimamente?

Tem estado com raiva?

As pessoas estão fazendo coisas na sua vida que lhe desagradado muito, e você esta tendo sentimentos fortes de raiva em função disso?

Se sim, não se assuste. Fique calmo. Afinal, você faz parte do grupo dos humanos e o tempo todo esta sujeito a isso. O mais importante na hora da raiva é você localizar esse sentimento e tentar sair dele, o mais rápido que puder. Não deixe ele tomar conta de você, fuja o mais rápido que puder.

Você deve estar se perguntando: “como posso fazer isso na hora da raiva?”

Primeira coisa traga a raiva para a sua consciência e veja que sentimento ruim é esse que esta se apoderando de você, e saia do foco, por exemplo, se estiver em uma discussão, saia imediatamente da briga e deixe a pessoa brigando sozinha e vá para outro, lugar, saia, faça uma caminhada, tome um banho de chuveiro, pule em uma piscina, tome um banho de mar, de cachoeira, faça algo simples e que esteja de fácil acesso no momento.

Pois se fizer isso você ira, sair dessa energia negativa que entrou com o outro(a) e vai criar outras fontes de saúde de bem estar para você, em questões de minutos e verá que vale muito mais a pena se sentir em paz do que ficar com raiva. E toda aquelas sensações ruins que estava sentindo vão se passar como em um passe de mágica.

Caso queira fazer um comentário sobre esse artigo, e se tem tido situações de muita raiva por esses dias pode me escrever, que te respondo, com dicas para te ajudar.

Boa semana a todos!
Clara Machado.